21 de set de 2011



Jornada Mundial da Juventude no Brasil: Rio 2013

Dom Anuar Battisti

Arcebispo de Maringá - PR

O nosso querido Brasil já foi sede de muitos mundiais, da moda, da gastronomia, das artes, esportivos, importantes congressos científicos internacionais, enfim a nossa querida pátria já foi palco de grandes eventos que colocaram o nosso país em evidência.
Agora, o Brasil se prepara para receber, em 2013, a Jornada Mundial da Juventude, em 2014 a Copa do Mundo e em 2016 os Jogos Olímpicos. Recordo que em 1997, o papa João Paulo II celebrou o Segundo Encontro Mundial das Famílias no Rio de Janeiro, com dois milhões de pessoas.
Quando domingo passado o papa Bento XVI anunciou oficialmente que a Jornada Mundial da Juventude de 2013 será no Rio de Janeiro, todos os jovens que lá estavam e quem acompanhava ao vivo não deixou de se emocionar com essa bela e desafiante notícia.
Com certeza é uma bela notícia, mas soma-se uma grande responsabilidade em preparar não só o espaço físico, mas de maneira especial, preparar os corações dos jovens e adultos de todo o Brasil para acolher e conviver durante dez dias, com jovens de todas as latitudes.
A jornada não se reduz a um fim de semana. Os jovens estarão chegando ao menos 10 dias antes e serão hospedados e recebidos nas dioceses do Brasil. Terão como missão evangelizar, das mais variadas formas, como também conhecer as realidades da juventude brasileira. Esse intercâmbio é parte integrante da jornada.
A nossa arquidiocese certamente vai acolher uma delegação de algum país  este mundo de Deus. O que sabemos agora é que em fevereiro de 2013, receberemos a Cruz da Jornada que percorreu todas as dioceses nos países onde aconteceram as jornadas. Nos dias que ela permanecer conosco terá uma programação especial envolvendo o maior número possível de jovens e adultos por onde a cruz passar.
E aqui aproveito para destacar os 10 conselhos que Bento XVI transmitiu aos jovens em Madrid, durante a JMJ na Espanha:
  1. Conversar com Deus;
  2. Contar-lhe as penas e alegrias;
  3. Não desconfiar de Cristo;
  4. Estar alegres: querer ser santos;
  5. Deus: tema de conversa com os amigos;
  6. No Domingo, ir à Missa;
  7. Demonstrar que Deus não é triste;
  8. Conhecer a fé;
  9. Ajudar: ser útil;
  10. Ler a Bíblia:
"O segredo para ter um ‘coração que entenda’ é edificar um coração capaz de escutar. Isto é possível meditando sem cessar a palavra de Deus e permanecendo enraizados nela, mediante o esforço de conhecê-la sempre melhor. Queridos jovens, exorto-vos a adquirir intimidade com a Bíblia, a tê-la à mão, para que seja para vós como uma bússola que indica o caminho a seguir. Lendo-a, aprender eis a conhecer Cristo. São Jerônimo observa a este respeito: ‘O desconhecimento das Escrituras é o desconhecimento de Cristo’". ( Papa Bento XVI )
Disponível em: http://www.cnbb.org.br/site/articulistas/dom-anuar-battisti/7439-jornada-mundial-da-juventude-no-brasil-rio-2013 

Nenhum comentário:

Postar um comentário