4 de fev de 2013

Após sete anos de pontificado, Bento XVI completa ciclo de visitas ad limina com bispos de todo o mundo


 Após sete anos de pontificado, o Santo Padre Bento XVI completou as visitas "ad limina" com todos os bispos do mundo à Santa Sé Apostólica.
bento_xvi_portugal_aos_bispos.jpg
"Através do encontro do bispo com o Papa se reforça a unidade e a colegialidade entre os bispos e o sucessor de Pedro", declarou o Prefeito da Congregação para os Bispos, CardealMarc Ouellet.
Em entrevista à Rádio Vaticano, o purpurado explicou que "quando um bispo chega à Roma, traz consigo as alegrias, esperanças e sofrimentos de sua Igreja". Ao compartilhar esses sentimentos "cada bispo se sente sustentado pelo Papa e pelos bispos para desenvolver sua missão a favor da justiça e da paz".
Segundo o Cardeal, os frutos das visitas "ad limina" são "sobretudo espirituais, porque vindo à Roma cada bispo confirma a profissão da própria fé sobre o túmulo de São Pedro". "No encontro pessoal com os bispos o Papa mostra-se pai de todos e indica a via para reencontrar os fundamentos da pessoa, da família, da tutel da vida e do sentido autêntico da liberdade", acrescentou.
Cardeal Ouellet ressaltou que "a liberdade de professar a própria fé foi introduzida no mundo pelo cristianismo" e que esta liberdade "pertence a pessoa, sendo o fundamento de toda a liberdade". Na sua opinião "este direito deve ser reconhecido pelos ordenamentos civis de cada nação e que compete também às comunidades religiosas que devem poder organizar-se e desenvolver suas atividades culturais, educativas e assistenciais segundo seu próprio credo".(EPC)


Fonte: gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/43871#ixzz2Jvt165MP

Nenhum comentário:

Postar um comentário